Uma das maiores críticas ao Bitcoin e a outras Criptomoedas que funcionam pelo processo de Mineração, é pelo impacto climático devido à energia gasta neste processo.

Numa altura em que cada vez mais o aquecimento global e outros fenómenos climáticos aumentam, existe uma maior pressão para a sustentabilidade em todas as frentes. E este tem sido um dos maiores argumentos de oposição ao Bitcoin.

Neste artigo iremos analisar os factos, e de uma forma pragmática tentar perceber se afinal o Bitcoin não será um dos investimentos mais sustentáveis dos tempos modernos.

Qual é o Problema?

Estas Criptomoedas, como o Bitcoin, Ethereum, entre outras, utilizam um protocolo de consenso chamado Proof-of-Work. Este processo, também conhecido por mineração requer um grande poder computacional, que consome energia, se quiser saber como funciona o processo de Mineração ao pormenor pode ler o artigo que escrevemos aqui!

O que é Mineração de Criptomoedas e como funciona?
Descubra como funciona a mineração de criptomoedas e porque é tao importante para o funcionamento de redes como o Bitcoin.

De certeza já está farto de ver noticias sobre os gastos energéticos do Bitcoin, seja que consome mais eletricidade que a Argentina inteira, ou que gasta quase o triplo da energia de Portugal, e na verdade este é um facto.

Consumo de energia do Bitcoin de acordo com a Universidade de Cambridge

Bitcoin vai ficando menos eficiente com o tempo, não mais

Ao contrário da maior parte das tecnologias existentes, que ficam mais eficientes com o tempo. A forma como o algoritmo de mineração funciona, requer cada vez mais poder de computação, o que significa que o Bitcoin irá ficar menos eficiente com o tempo, não o contrário.

Cada vez que é lançado material de mineração mais eficiente ou mais rápido, irá gradualmente começar a competir com material do mesmo modelo ou melhor na rede, e a dificuldade de mineração é aumentada pelo algoritmo de mineração.

Quando o Bitcoin foi lançado em 2009, era possível minerar milhares de Bitcoins com um simples portátil, hoje em dia é preciso Hardware especializado de milhares de euros para minerar 1 único Bitcoin.

Por isso na realidade é uma "corrida às armas" da parte dos miners. Em que a eficiência vai piorando gradualmente com o tempo.

Esta era até uma das preocupações iniciais de Hal Finney, o segundo utilizador do Bitcoin e um dos desenvolvedores iniciais da criptomoeda, como pode ver pelo tweet abaixo datado de Janeiro de 2009, mês da criação do Bitcoin.

Qual é a realidade?

A mineração é uma atividade ou negócio em que o lucro depende quase totalmente do preço da energia consumida. Havendo até notícias na altura em que o mercado estava em baixo, durante 2018, que tinha deixado de ser lucrativo de todo.

Bad news for bitcoin miners: It’s no longer profitable to create the cryptocurrency, by some estimates
Bitcoin has dropped to a point where it’s not that profitable to produce, according to some estimates.

O negócio da mineração tem 2 gastos principais, o hardware (material) de mineração e a eletricidade gasta. Enquanto o material é um gasto único, a eletricidade é um gasto recorrente.

Posto isto, está no interesse de todos os miners de conseguir o material com a melhor eficiência energética possível e a eletricidade mais barata disponível.

Como é que isto torna o Bitcoin um Investimento Sustentável?

A verdade é que nos últimos anos com vários avanços tecnológicos e investimentos na industria das energias renováveis, a energia renovável é hoje, em muitos locais, mais barata que a energia fóssil como pode ver pelo gráfico abaixo.

Preços de energias renováveis são agora mais baratos que energias fósseis. Dados de OurWorldinData

Na ultima década o custo para produzir energia renovável caiu drasticamente, com os avanços tecnológicos e investimentos nesta industria, estamos num ponto de viragem das energias renováveis.

Isto varia obviamente de região para região mas, os países que fizeram esse investimento têm hoje energia renovável mais barata que energia não renovável ou energia fóssil.

Com energia Renovável mais barata, os Miners irão sempre preferir essa alternativa à energia fóssil, isto fomenta a procura e o investimento nesta industria.

Redução de custos de energias Renováveis segundo o Economist

E a grande vantagem das energias renováveis é que assim que a infraestrutura é construída, a geração de energia tem um custo muito baixo. O que poderá alavancar a velocidade desta transição.

Como é que o Bitcoin tira o máximo proveito das energias renováveis?

Uma particularidade das energias renováveis, é que a sua produção não é constante durante o tempo, existem sim, picos de produção, durante o dia no caso da energia solar, com a energia eólica isto também acontece. E no caso da energia hidroelétrica, na época de cheias, também tem um grande impacto na produção de energia.

Niveis de produção de energia Eólica e Solar durante o dia.

Um dos maiores desafios da energia solar por exemplo, é como aproveitar estes picos de energia produzida, muitas vezes a energia produzida excede o que pode ser consumido pela rede, e ela acaba desaproveitada.

Pode ser distribuída pela rede, mas nem sempre, há relatos de excesso de energia solar produzida na califórnia, existem casos até que o excesso de energia solar produzida não é comportável pela rede e até pode causar danos.

Electricity distributors warn excess solar power could destabilise grid
With almost 1.8 million Australian homes and businesses relying on power from rooftop solar panels, a fight is brewing over the impact of solar energy on the national electricity grid.

Uma das soluções é também usar baterias para armazenar a energia, mas o custo de baterias para estas aplicações além de proibitivo, também tem os seus impactos no ambiente (através da mineração de Lítio necessário para produzir grande parte das baterias por exemplo).

Como o Bitcoin pode salvar o Planeta

O Bitcoin resolve o problema acima, permitindo que todos os produtores de energias renováveis, possam agora aproveitar os excessos de energia para minerar Bitcoin por exemplo, quase que como um incentivo monetário para continuar a produzir energia renovável e até aumentar a sua produção.

Isto promove também o Desenvolvimento e Investimento nestas tecnologias, através do incentivo da mineração.

Há já muitos relatos de grandes concentrações de operações de mineração de criptomoedas em locais onde a energia renovável existe em abundância, como por exemplo a Islândia, que devido às suas características vulcânicas e produção de energia geotérmica, já produz mais energia para mineração de Bitcoin do que para os seus habitantes.

Na China que controla 65% do capacidade de mineração da rede Bitcoin, durante a época de cheias, grande parte dos miners migra para a provincia de Sichuan para aproveitar a descida dos preços de eletricidade juntos às suas centrais hidroelétricas.

Consumo de Energias Renováveis pela Bitcoin segundo estudo da Universidade de Cambridge, de Setembro 2020

Alguns outros grande centros de mineração mundiais existem onde a energia da rede é predominantemente renovável, incluindo a Islândia (100%), Quebec (99.8%), Colúmbia Britânica (98.4%), Noruega (98%), e a Georgia (81%).

Globalmente, uma análise de 2019 estima que o Bitcoin é suportado por pelo menos 74% energia renovável. Outra análise, representada no gráfico acima, de 93 operações de mineração, que representam um terço da capacidade de mineração global, estima que 76% usam energia renovável como uma das fontes para a mineração.

Distribuição dos tipos de energia utilizados pelos miners na rede bitcoin, segundo o mesmo estudo

Energia consumida pelo Sistema Bancário e Financeiro tradicional vs Bitcoin

Outro argumento que se deve ter em conta, é que as criptomoedas estão efetivamente a competir com o sistema bancário e financeiro tradicional. Como tal, devemos comparar o consumo de energia das moedas fiduciárias e do sistema bancário, ao do Bitcoin .

A estimativa global da produção do dinheiro em 2014 eram 5 terawatts por ano e 10 biliões de litros de água. Enquanto o sistema bancário consome ainda mais energia que a rede Bitcoin, o consumo de energia do sistema bancário tradicional actualmente estima-se em 100 terawatts por ano. Isto é quase o dobro do Bitcoin. Porque os bancos necessitam de milhares de servidores, filiais e ATMs para manterem o seu sistema acessivel ao publico.

Conclusão

Quanto maior o investimento em energias renováveis e na sua infraestrutura, mais rápido será a sua adoção, a melhor maneira de atrair este investimento, é tornando-0 rentável. O Bitcoin resolve isto, oferecendo um incentivo através da mineração, e com este incentivo, resolve também outro problema, o que fazer com toda a energia acumulada, produzida durante as horas de pico, que muitas vezes acaba desperdiçada.

Atualmente a maioria da energia usada pelo Bitcoin ainda é não renovável, no entanto, a energia mais barata sairá sempre por cima, aos olhos dos miners, e com a tendência de diminuição dos preços de energia renováveis, para valores abaixo de energias não renováveis, será uma questão de tempo até quase toda a rede funcionar através de energia limpa.

Uma central de energia solar pode agora rentabilizar 100% da sua produção de energia, em vez de só parte disso, isto terá um impacto grande nesta transição energética, e devido a tudo isto a mineração de Bitcoin pode se tornar um dos maiores impulsionadores de energias renováveis e por consequente um dos investimentos mais sustentáveis que poderá fazer.

Consulta

3rd Global Cryptoasset Benchmarking Study - CCAF publications - Cambridge Judge Business School
Apolline Blandin, Dr. Gina Pieters, Yue Wu, Thomas Eisermann, Anton Dek, Sean Taylor and Damaris Njoki. This report reviews the impact of …
Bitcoin energy use - mined the gap – Analysis - IEA
Bitcoin energy use - mined the gap - A commentary by George Kamiya
Why did renewables become so cheap so fast? And what can we do to use this global opportunity for green growth?
Fossil fuels dominate the global power supply because until very recently electricity from fossil fuels was the cheapest. This has changed dramatically. In most places power from new renewables is now cheaper than new fossil fuels.
Hedging renewable energy investments with Bitcoin mining
Renewable energy sources such as wind power are increasing their share of the world energy matrix. In Brazil, the regulator promotes reverse bid aucti…

Se pretende aprender mais sobre Criptomoedas e as tecnologias associadas, veja o nosso Guia para Iniciantes abaixo:

Guia para Iniciantes das Criptomoedas
Aprenda os básicos sobre o mundo das criptomoedas e o potencial que esta tecnologia tem para transformar o mundo.